Manual de cuidados intensivos em Hepatologia

Em uma época em que os textos on-line dominam o conhecimento médico, ousamos escrever um livro com autores nacionais sobre a relação cada vez mais próxima entre a Hepatologia e a Medicina Intensiva. Isso se deve ao fato de as doenças hepáticas serem habitualmente graves, ou poderem se tornar graves com sua evolução. São inúmeros os exemplos de situações em que o advento e o aperfeiçoamento dos cuidados intensivos modificaram o prognóstico dos pacientes hepatopatas.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

Você também pode gostar

50 anos de História

A Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH) completa 50 anos de sua fundação em 2017. Fundada em 15 de março de 1967, na Santa Casa do ...